Chegada do Papai Noel no Aramaçan

Publicado em: 01 de de 2021

O Papai Noel irá desembarcar direto do Polo Norte no dia 19 de dezembro, domingo o Aramaçan. Será um dia de atrações para todas as idades, com apresentações do Coral Aramaçan, das Cheerleaders e com brinquedos infláveis para as crianças. A festa terá início às 10h da manhã. Acesse nosso site: www.aramacan.com.br e fique por dentro da programação. Participe e traga sua família!

Origem do Natal

Uma das datas mais importantes para o cristianismo, o Natal é comemorado mundialmente em 25 de dezembro. A tradicional data, que a partir do século XX passou a ser sinônimo também de consumo desenfreado, teve sua origem na antiguidade, muito antes do nascimento de Jesus de Nazaré.

Os romanos celebravam a chegada do solstício de inverno, que é a noite mais longa do ano, em seu culto ao Deus Sol (Natalis Invictis Solis). Eles realizavam as festividades como renovação para o próximo período. Neste mesmo período existia a Saturnália, festival que eles trocavam presentes entre si.

Outras culturas da antiguidade também celebravam a data por diversos motivos como; a chegada do inverno, a fertilidade, mudança da estação ou a simples passagem do tempo.

No século IV, Constantino Magno (272 – 337), conhecido por ser o primeiro imperador romano a professar a fé cristã oficializou a festa Natal do Senhor (Natali Domini).

Como não se sabe exatamente o dia do nascimento de Jesus de Nazaré, o papa Julius (337 – 352) determinou o dia 25 de dezembro. Esta também foi uma forma dar uma nova simbologia as festas pagãs romanas.

Apenas no ano de 529, o imperador bizantino Justiniano (527 – 565) declarou 25 de dezembro feriado nacional e desta maneira a data passou a ser comemorada em muitos países.

 E as origens dos principais símbolos natalinos, você conhece?

O primeiro presépio foi montado na Itália no século XIII por São Francisco de Assis (1181/1182 – 1226). Seu objetivo era recriar o nascimento de Jesus para o povo de forma simples, já que a maioria não sabia ler nem escrever na época. Aos poucos se tornou tradição e passou a ser montado também nas casa e ruas, além das igrejas.

A árvore de natal é um símbolo religioso mais recente e foi iniciado por Martinho Lutero (1483 – 1546). O monge agostiniano responsável pela Reforma Protestante, montou a primeira em sua casa como forma de demonstra esperança e paz, assim como Jesus. Anteriormente as pessoas enfeitavam árvores em razão da chegada do inverno, por esta razão se usam os pinheiros, que resiste as baixas temperaturas.

O Papai Noel é o personagem mais famoso do Natal e sua origem é inspirada no bispo turco, São Nicolau de Mira (? – 6 de dezembro de 350). Sua história é de lutas e de acolhimento aos pobres, principalmente as crianças e suas mães. Foi preso pelo Império Romano ao se recusar a negar sua fé cristã. Já com Constantino no poder, enfrentou poderosos da igreja onde em um debate com o heresiarca Ario, levanta-se e o esbofeteia diante de todos. Após este incidente, mesmo com a oposição dos arianistas, continuou a ajudar os menos favorecidos, fazendo desta sua missão de vida. Diz a lenda que Nicolau no decorrer da noite, deixava moedas arrecadas pela igreja próximas as janelas e as chaminés dos necessitados. Com o passar dos séculos, através das campanhas publicitárias, foi adquirindo a forma do “bom velhinho”, tal como a conhecemos. O Papai Noel é o maior representante da generosidade natalina.

A ceia natalina tem sua origem no continente europeu, onde as pessoas deixavam as portas de suas casas abertas para receber os viajantes. Simboliza a união das famílias que se reúnem na véspera de Natal para uma refeição ao final da noite. Os pratos têm muitas origens, como por exemplo o peru assado vem dos nativos norte-americanos. As nozes da Europa e de parte da Azia. A rabanada dos nossos colonizadores portugueses e espanhóis. As frutas vêm da tradição romana de homenagear o solstício de inverno. No Brasil temos o salpicão de frango.

Reportagem/Texto: Peter Suzano

Arte: Bruno Andrade de Souza